Coruja Feed
curiosidades sobre pompeia
Início » Curiosidades sobre Pompeia: a cidade que dorme sob as cinzas

Curiosidades sobre Pompeia: a cidade que dorme sob as cinzas

Pompeia era uma cidade cosmopolita e um refúgio para muitos nobres romanos que estavam procurando férias, mas não apenas isso.

De pequenas dimensões e localizada nas encostas do Vesúvio, Pompeia foi e sempre será o eco de uma tragédia que sobrevive petrificada na memória da história.

Era uma cidade próspera, um lugar onde os nobres romanos costumavam frequentar nas férias. A riqueza cultural e sua arquitetura não tinham nada a invejar as grandes cidades, como a Roma.

Mas algo aconteceu no dia 20 de agosto de 79 dC, uma clara manhã de verão, quando a terra de repente começou a tremer.

Curiosidades sobre Pompeia, uma pequena cidade grande

Pompeia tinha múltiplas amenidades: banheiros públicos, uma arquitetura a meio caminho entre o estilo grego e o romano, ruas canalizadas, um anfiteatro com espetáculos de gladiadores e leões.

Os habitantes da cidade viviam muito bem, em casas com grandes pátios com fontes, cozinhas, casas de banho.

Na cidade, havia padarias, lojas de bebidas, lavanderias, lojas de calçados, bares, hospitais, indústrias de vidro, cemitérios, bordéis distintos e uma rua onde viviam todos os gladiadores da época.

Arqueólogos encontraram inúmeros afrescos, estátuas e mosaicos onde exibia técnicas e até habilidades que cada prostituta da cidade tinha disponível.

Pompeia era uma cidade cosmopolita e um refúgio para muitos nobres romanos que estavam procurando férias, mas não apenas isso.

Devemos lembrar que, para o Império Romano, a indústria e os negócios eram tão importantes quanto as guerras, e era essencial manter toda a costa do mediterrâneo atualizada.

Lá eles fizeram negócios e descansaram aproveitando o sol, o conforto e as belas vistas de um vulcão que estava ansioso para acordar: o Vesúvio.

A catástrofe

Tudo começou em 20 de agosto do ano 79 d. C, quando o chão começou a tremer e os habitantes imediatamente se lembraram do que aconteceu 16 anos antes, quando o Vesúvio acordou fracamente, derrubando muitos edifícios da cidade.

No dia 24 daquele mês, a manhã amanheceu silenciosa e cinzenta, não havia pássaros, cachorros latiam e cavalos escapavam dos estábulos.

De repente, o céu ralhou. Foi um trovão penetrante das entranhas do Vesúvio, levantando as chaminés de fogo, vomitando cinzas e pedras que atingiram em velocidade violenta, ruas e casas.

grandes curiosidades sobre pompeia

O pior eram torrentes de água fervente que começaram a queimar os pompeianos que estavam nas ruas, muitos correram para as docas, mas outros, no entanto, se recusaram a deixar seus pertences e decidiram permanecer em suas casas, esperando que tudo acabasse. Foi um grave erro, pois todos morreram asfixiados ou enterrados vivos.

Pompeia costumava ter uma população de 15.000 habitantes, mas os arqueólogos encontraram apenas cerca de 2.000 corpos que hoje permanecem petrificados sob as cinzas. Segundo os especialistas, essas pessoas foram cozidas vivas.

Um desastre terrível que marcou a história mundial, uma perda que ainda repousa na bela e silenciosa cidade de Pompeia, como se o tempo ainda se recusasse a afastar-se daquelas belas ruas, e aquelas paredes tecidas com fantásticos mosaicos deslumbrantes.

Curiosidades sobre Pompeia

Antes do terremoto que destruiu completamente a cidade, Pompeia era um enclave com grande boom comercial, onde as mercadorias chegavam por uma via marítima que depois se mudou para Roma.

Os espanhóis foram os que redescobriram os vestígios arqueológicos de Pompeia. Ou, sendo mais preciso, depois de séculos escondidos, foi o rei Carlos III da Espanha, que também reinou em Nápoles, que promoveu o trabalho arqueológico de procurar os restos de Pompeia.

As escavações de Pompeia continuaram sistematicamente ao longo dos séculos e atualmente ocupam 66 hectares, embora somente 45 hectares tenham sido realmente escavados.

Acredita-se que até Nero, um dos mais famosos imperadores romanos, tenha tido sua casa de férias em Pompeia, e sua segunda esposa, Popeia Sabina, fosse natural da cidade.

Aparentemente, a erupção de 79 começou na manhã de 24 de agosto, poucos dias depois de Vulcanalia, a festa do deus romano do fogo.

A erupção provavelmente durou 24 horas, mas as cinzas, pedra derretida e pedra-pomes, continuaram caindo sobre a cidade por mais de dois dias, enterrando-a a 6 metros de profundidade.

A lava atingiu uma temperatura de cerca de 700 graus Celsius, inundando a cidade a uma velocidade de 110 quilômetros por hora. Não houve escapatória.

A lava e cinzas cobriu uma área total de mais de 500 quilômetros quadrados e destruiu não só Pompéia, também algumas das cidades e aldeias vizinhas, como Herculano.

Há uma documentação detalhada do desastre de Pompeia graças a Plínio, um jovem administrador romano e poeta que viu a erupção de longe. As cartas de Plínio, que são os únicos testemunhos, foram descobertas no século XVI.

Os objetos enterrados sob as grossas camadas de cinzas e pedra-pomes foram bem preservados ao longo dos séculos devido à falta de ar e umidade. Os artefatos encontrados, oferecem uma extraordinária visão detalhada da vida em uma antiga cidade romana.

O gesso era usado para preencher as lacunas entre as cinzas deixadas pelos corpos, com a finalidade de saber em que posições os habitantes haviam morrido.

No total, mais de 1.000 moldes de cadáveres foram encontrados em Pompeia, incluindo famílias inteiras, grupos de amigos e casais que morreram enquanto se abraçavam.

Como um dos destinos turísticos mais populares da Itália por 250 anos, Pompeia tem o status de Patrimônio Mundial da UNESCO e é visitada todos os anos por mais de 2,5 milhões de pessoas.

Com uma idade estimada de 17.000 anos, o Vesúvio é o único vulcão ativo na Europa continental. A última erupção foi no ano de 1944, e desde então o vulcão não teve mais atividade.

Há muitos documentários e filmes sobre o desastre de Pompeia. Um dos mais recomendados é Pompeia: o último dia. Produzido pela BBC, combina brilhantemente ficção e documentário para ajudar a entender, os terríveis momentos pelos quais os habitantes da cidade passaram.

Sr. Coruja

Junte-se a milhões que nunca param de aprender! Coruja Feed, é o site que traz curiosidade e os artigos mais inspiradores do mundo para que você possa aprender algo novo todos os dias!

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.